you, me, and my bed
"Meu último pedido, se é que eu tenho direito a um, é que vá embora de vez. Eu poderia pedir tantas outras coisas, mas veja só, só complicaria mais. E nós dois já somos complicados demais pra nos dar esse luxo. Então, por favor, vamos simplificar, você só vai embora, e eu só fico aqui. Sem despedidas. Porque se eu tivesse que olhar nos seus olhos, meu bem, você sabe tão bem quanto eu, nós não iríamos conseguir. Nunca conseguimos, e eu nunca entendi porque. Não dá pra entender, sabe? Essa mágica entre nós, eu não encontro nenhuma outra palavra pra explicar, a não ser, talvez: amor. Mas acho que nós somos complicados demais pra isso, não é? Complicados demais pra resumir numa palavra tão simples. Então, eu peço mais uma vez, vá embora. Acho que vou repetir isso inúmeras vezes, ainda não sei ao certo se é pra te convencer que é o melhor a ser feito, ou se é pra convencer a mim mesma. Se eu pudesse, ah, se eu pudesse, eu te pediria um último abraço. E é engraçado imaginar que depois de tantos anos, foram poucos os nossos abraços. Mas eu não posso. Porque isso, nós, precisa acabar. E se você me abraçasse, meu bem, eu não te soltaria mais." - Tainá Ruffing

"Se eu demorar, me espera. Se eu te enrolar, me empurra. Se eu te entregar, aceita. Se eu recusar, me surra. Se eu sussurrar, escuta. Se eu balançar, segura. Se eu gaguejar, me entende. Se eu duvidar, me jura. Se eu for só teu, me tenha. Se eu num for, me larga. Se eu te enganar, descobre. Se eu te trair, me flagra. Se eu merecer, me bate. Se eu me mostrar, me veja. Se eu te zuar, me odeia, mas se eu for bom, me beija. Se tu ta bem, eu to, se tu num ta, também não tô legal. Se eu te amar, me sente. Se eu te tocar, se assanha. Se eu te olhar, sorria. Se eu te perder, me ganha. Se eu te pedi, me dá, se for brigar, pra que? Se eu chorar, me anima, mas se eu sorri é por você."

Projota.  (via espeliarmus)

(Source: distanciarei)


"Sou composta por urgências: minhas alegrias são intensas; minhas tristezas, absolutas. Entupo-me de ausências, esvazio-me de excessos. Eu não caibo no estreito, eu só vivo nos extremos. Pouco não me serve, médio não me satisfaz, metades nunca foram meu forte! Todos os grandes e pequenos momentos, feitos com amor e com carinho, são pra mim recordações eternas. Palavras até me conquistam temporariamente… Mas atitudes me perdem ou me ganham para sempre. Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato… Ou toca, ou não toca."

Clarice Lispector.     (via erzdiozese )

(Source: palavrisses)


"Ela olhou para as estrelas rompendo o silencio:
― É engraçado. Você ri desesperadamente de qualquer coisa, mas no fundo tudo que venha de você é tão solitário. A sua risada parece um pedido de socorro.
― Talvez seja."

Os porquês de Amélia Roswell.   (via erzdiozese )

(Source: animicida)


"A verdade é que sempre vai ter alguma música que vai te trazer alguém na cabeça, e quase sempre esse alguém acabou partindo e te partindo também, não importa se você bate no peito e grita que o seu coração é uma pedra. Pedras também se quebram."

Os porquês de Amélia Roswell (via erzdiozese )

(Source: animicida)


"Ela é exatamente como os seus livros: transmite uma sensação estranha, de uma sabedoria e uma amargura impressionantes. É lenta e quase não fala. Tem olhos hipnóticos, quase diabólicos. E a gente sente que ela não espera mais nada de nada nem de ninguém, que está absolutamente sozinha e numa altura tal que ninguém jamais conseguiria alcançá-la. Muita gente deve achá-la antipaticíssima, mas eu achei linda, profunda, estranha, perigosa. É impossível sentir-se à vontade perto dela, não porque sua presença seja desagradável, mas porque a gente pressente que ela está sempre sabendo exatamente o que se passa ao seu redor. Talvez eu esteja fantasiando, sei lá. Mas a impressão foi fortíssima, nunca ninguém tinha me perturbado tanto. Acho que mesmo que ela não fosse Clarice Lispector eu sentiria a mesma coisa."

Caio Fernando de Abreu sobre Clarice Lispector.   (via erzdiozese)

(Source: vem-me-cativar)


"Eu não sei o que você quer de mim. Porque se você disser que vive melhor sem mim, eu vou embora no mesmo segundo. Mas se você disser que somos melhor juntos, eu me mudo hoje mesmo pra sua casa. Mas você não se decide. Empatar minha vida se tornou seu esporte favorito."

Nicholas Sparks                             (via erzdiozese)

(Source: segredou)


"Eles terminam, mas ainda se amam, por vingança ou mera vaidade, ele decide se entregar a primeira que passa pra mostrar o quando aquilo não o afeta, mas o afeta, e nem percebe que está procurando uma história que não convêm pra nenhum dos lados. Ela sente uma certa inveja por saber que ainda sente algo por alguém que parece não se importar com isso, mas agora ele está com outra, e ela finalmente percebe seu coração fora do lugar. Com o tempo acabam se tornando amigos outra vez, e as perguntas são inevitáveis - e aí? se sente feliz agora? - me sinto muito bem - Mas não se sente, imbecil. Vive com a certeza de que deixou pra traz não só um relacionamento, mas a certeza de uma felicidade absoluta. Ele nunca disse a falta que ela faz, a história sempre se conclui com dois idiotas orgulhosos que vivem na saudade, mas não adimitem o quanto precisam um do outro."

Sean Wilhelm  (via erzdiozese)

(Source: seandotcom)


"De qualquer forma, não esqueça das seguintes verdades: não faça nada que não te deixe em paz consigo mesma; cuidado com o que anda desabafando; conte até três (tá certo, se precisar, conte mais); antes só do que muito acompanhado; esperar não significa inércia, muito menos desinteresse; renunciar não quer dizer que não ame; abrir mão não quer dizer que não queira. O tempo ensina, mas não cura."

Martha Medeiros.   (via erzdiozese)

(Source: cool--cool)


"Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes. Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida. É nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos amedronta. Nos perguntamos: “quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível?”. Na verdade, quem é você para não ser tudo isso? Bancar o pequeno não ajuda o mundo. Não há nada de brilhante em encolher-se para que as outras pessoas não se sintam inseguras em torno de você. E à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo."

Nelson Mandela.   (via erzdiozese)

(Source: oxigenio-dapalavra)


"Às vezes me perguntam o porquê de eu não me envolver em relacionamentos. E a resposta é: relacionamentos são complicados. Todos eles são, sério. Eu não sou preparada emocionalmente para sofrer por alguém. Relacionamentos são complicados, sejam eles à distância ou não. Sempre alguém sai magoado, e eu sei que tenho 50% de chance de me magoar e 50% de chance de magoar alguém e não quero isso. Não quero mesmo. Eu não sou esse tipo de pessoa e nem quero ser. Eu já me apaixonei um bocado de vezes e não foi legal, eu me magoo fácil demais, falo sem pensar, sou chata e blá blá blá. Eu sei que ninguém é capaz de me aguentar (e posso até estar errada), eu gosto de ser assim, sabe? Gosto de estar sorrindo, gosto de ouvir as minhas músicas, gosto de viajar sem dar satisfação, gosto de me sentir livre. Eu amo ser sozinha, mas é claro que a carência me pega às vezes e dá vontade de ser diferente, mas o problema que isso acontece com pouca frequência. Eu não estou preparada para nadar num mar de indecisões, eu gosto de ter as coisas sob controle. E, relacionamentos são incertos, são complicados, são duas pessoas com gostos diferentes, com manias diferentes, com amigos diferentes! E eu gosto de ter coisas em comum, mas ninguém namora com sua cópia, é lógico, mas que problema tem em eu ser só? Ah, eu já disse que relacionamentos são complicados?"

Espelhos Quebrados.   (via erzdiozese)

(Source: capacitaria)



theme: cerejadosundae. Don't Copy bitch. + + +